AUTORIZADO E CREDENCIADO

 

TRABALHAMOS COM TODAS AS MARCAS

 

NOSSAS PEÇAS VEJA AGORA!

  

PONTO CERTO DESMONTE

Você sabia que apenas 1,5% dos carros que saem de circulação no Brasil são reciclados? E que quase tudo de um veículo pode ser reutilizado de forma segura e sustentável?

Documentação e Procedência

O primeiro passo é a análise do veículo e de sua documentação. Veículos com pendências legais ou com procedência duvidosa são descartados automaticamente.

Baixa no Detran

Na descontaminação do veículo os óleos, gases e outros fluidos são retirados de forma segura, sem haver contaminação do meio ambiente. Todos estes fluidos vão para empresas de reciclagem especializadas.

Descontaminação e Preparação

O primeiro passo é a análise do veículo e de sua documentação. Veículos com pendências legais ou com procedência duvidosa são descartados automaticamente.

Desmontagem

A Ponto Certo segue uma sequência que otimiza esse processo: peças móveis de lataria, tapeçaria, vidros, componentes mecânicos, itens de segurança, eletrônicos e, finalmente, a remoção do monobloco.

1 - Desmontagem das peças móveis de lataria
2 - Remoção dos itens de tapeçaria
3 - Remoção dos vidros
4 - Remoção dos componentes mecânicos
5 - Remoção dos itens de segurança
6 - Remoção dos componentes elétricos e eletrônicos
7 - Recorte do monobloco

Classificação e Distinção

As peças são classificadas nas categorias A, B e C. Na categoria A entram as peças em ótimas condições, prontas para reúso. Na categoria B, as peças com danos leves e pequenas avarias, que serão vendidas por um valor menor. Peças impróprias para o reaproveitamento, como itens muito avariados ou relacionados à segurança automotiva, são classificadas como peças C, que são levadas para seus próprios fabricantes ou empresas especializadas na reciclagem dos materiais desses componentes.

Tipo A
Peças em ótimas condições que estão prontas para o reúso.
Tipo B
Peças com danos leves e pequenas avarias, que precisam de algum reparo e são vendidas por um valor menor.
Tipo C
Peças inapropriadas para reutilização, entre elas, itens de segurança e baterias, que são destinadas para reprocessamento como sucata ou enviadas aos seus fabricantes.

Rastreabilidade

As peças destinadas à comercialização, são marcadas utilizando nanotecnologia. Cria‐se uma marcação única, inviolável e que não danifica as peças. Esta identificação é associada à nota fiscal de venda, o que garante a rastreabilidade e a legalidade da peça.